Após Cúmplices de Um Resgate, relembre outras novelas que envolveram gêmeas

Larissa é protagonista da novela / Foto: Rio News
Larissa é protagonista da novela / Foto: Rio News

Começou nesta semana Cúmplices de Um Resgate, e podemos dizer que foi uma enorme surpresa, positiva, claro, desde a abertura até os créditos finais. O Elenco também mostra-se muito competente, as crianças são carismáticas e agrada a família brasileira, que procura programações mais leves para ver no horário, destaque para Maria Pinna e Larissa Manoela, que dão vida às gêmeas. 

No clima de Cúmplices, vamos relembrar outras tramas que tiveram gêmeos como tema central?

Mulheres de Areia ( 1993)
O remake da novela de Ivani Ribeiro trouxe Glória Pires no papel de Ruth e Raquel. Raquel era a gêmea má e atormentava o pobre Tonho da Lua, que fazia escultura de areia nas praias.

A Usurpadora (1998)
Gabriela Spanic deu vida a Paola e Paulina. Paola era a gêmea má, ambiciosa e troca de papel com Paulina a fim de tirar umas férias da própria família. Gabriela tem uma irmã gêmea na vida real, que foi sua dublê durante as gravações.

Como você, nenhuma (1995)
Se engana quem pensa que Gabriela Spanic deu vida a gemêas pela primeira vez em A Usurpadora. Em 1995 ela já tinha estreado com papel duplo em Como você, Nenhuma.

A Intrusa (2001)
Spanic é a Rainha das gêmeas. Aqui, ela interpreta outra dupla, Virginia e Vanessa. Virginia é Rica e engana milionários mundo a fora. Vanessa é pobre e batalhadora. As duas se distanciaram com o tempo, mas depois de sua irmã morrer, Vanessa assume seu papel para se vingar. O SBT possui os direitos da novela, mas não exibiu ainda.

Paraíso Tropical (2007)
Protagonizada por Alessandra Negrini, a trama trazia o clichê gêmea boa e gêmea má, Paula, era a boa, e Taís a malvada. Alessandra foi criticada e elogiada ao mesmo tempo, acostumada com grandes papéis de vilã, não soube dar o tom a sua mocinha que ficou apagada, ao contrário da vilã, que foi sucesso na boca do público.

Mande seu e-mail para o colunista : guilhermealves@bastidoresdainformacao.com.br

 

Deixe uma resposta