Após atentados, ‘Charlie Hebdo’ passa de 10 mil para 200 mil assinantes

(Foto: Stephane Mahe/Reuters)
(Foto: Stephane Mahe/Reuters)

Após os ataques terroristas que sofreu no começo de janeiro, o número de assinantes do semanário francês “Charlie Hebdo” subiu 20 vezes, de acordo com seu codiretor financeiro Eric Portheault.

Em entrevista à AFP, na-terça-feira, Portheault comemorou o feito. “Superamos os 200 mil assinantes, afirmou. Antes, o satírico jornal tinha 10 mil. Somando vendas, assinaturas, doações e ajudas públicas, a revista pode receber cerca de 30 milhões de euros para sanear suas finanças, muito debilitadas antes mesmo dos atentados.

Em sua conta no twitter, o jornalista Laurent Léger divulgou que a próxima edição do “Charlie Hebdo” será lançada no dia 25 de fevereiro.

Deixe uma resposta