Após 9 horas, internet volta a funcionar na Coreia do Norte

(Foto: Ahn Young-joon/AP)
(Foto: Ahn Young-joon/AP)

Nesta terça-feira (23), depois que várias páginas de veículos de imprensa oficial ficaram fora do ar, o serviço de internet foi restaurado na Coreia do Norte. Coincidência ou não, o incidente aconteceu após os Estados Unidos anunciarem que responderiam “de forma proporcional” ao ciberataque contra a Sony Pictures Entertainment.

Segundo a imprensa sul-coreana, os principais sites norte-coreanos permaneceram fora do ar, de forma descontínua, de 1h até as 10h45 locais desta terça-feira. Entre os mais importantes, a agência estatal de notícias “KCNA” e o jornal “Rodong Sinmun”, veículos oficiais de imprensa da capital Pyongyang.

Apesar de o regime norte-coreano não ter se pronunciado sobre o “blecaute” temporário, nem confirmado que o mesmo foi causado por um ataque cibernético, alguns meios da imprensa sul-coreana sugeriram a possibilidade de que o ocorrido tenha ligação com o caso da Sony. De qualquer forma, o fato gerou interesse por acontecer em meio à polêmica com o ataque feito contra a empresa que produziu o filme “A Entrevista”, uma comédia que conta a história de um complô para assassinar o ditador norte-coreano Kim Jong-un.

Deixe uma resposta