Amoêdo faz doação para candidato a vereador de SP que é rival de Sabará

Foto: Geraldo Bubniak

João Amoêdo, fundador do Novo, doou 3 mil reais a Marcelo Castro, candidato a vereador de São Paulo pelo partido. O gesto soou como provocação a Filipe Sabará, com quem vive atrito.

A campanha do candidato à Prefeitura da capital paulista vê Castro como um espião enviado pelo concorrente Arthur do Val (Patriota), de quem Castro foi chefe de gabinete. Para os aliados de Sabará, Castro estaria envolvido na divulgação de informações para prejudicá-lo.

Sabará teve sua candidatura suspensa pela comissão de ética do partido Novo após denúncia de supostas inconsistências em seu currículo, segundo o Painel. Ele diz estar sofrendo perseguição política por parte de Amoêdo após ter elogiado Bolsonaro.

Na última pesquisa Datafolha, Sabará aparece com somente 1% de intenções de votos.

Deixe uma resposta