Alckmin propõe oito obras e pede ajuda à Dilma para resolver crise hídrica em SP

Alckmin durante entrevista coletiva (Foto: Filipe Matoso/G1)
Alckmin durante entrevista coletiva (Foto: Filipe Matoso/G1)

Para melhorar o sistema de abastecimento de água em São Paulo, o governador Geraldo Alckmin resolveu pedir ajuda do governo federal, na última segunda-feira (10). Segundo Alckmin, o estado precisará de 3,5 bilhões de reais para realizar oito obras de médio e longo prazo.

Em reunião no Palácio do Planalto, o governador conversou com a presidente Dilma Rousseff. Participou do encontro ainda a ministra do Planejamento Miriam Blechior. Aos jornalistas presentes na coletiva de imprensa, a ministra comentou o pedido do governador. “O governador apresentou um ofício que tem para cada uma das obras três linhas (de explicações)”, disse.

Geraldo Alckmin explicou as propostas. “O que nós propusemos ao governo federal foram novas obras, oito obras, e o valor dessas obras será de R$ 3,5 bilhões. O governo de São Paulo precisará do máximo que puder. Pode ser recurso a fundo perdido, do Orçamento Geral da União, ou pode ser financiamento, e nós temos uma boa capacidade de financiamento”, afirmou.

Os projetos, de acordo com os cálculos do Estado, podem ampliar a capacidade do sistema em até 12,7 metros cúbicos por segundo. O prazo estimado é de 30 meses.

Deixe uma resposta