Ainda tem o segundo tempo!

Fonte: futebolfreecs.com.br
Fonte: futebolfreecs.com.br

Caros amantes do futebol, ainda bem que os jogos são divididos! Que bom que tem mais para hoje, pois ontem, realmente percebemos a tensão e a emoção dos torcedores tricolores (catarinenses e gaúchos), pela Copa do Brasil, e também de paraguaios e argentinos, pela Copa Libertadores. Pois bem, o Tigre catarinense até começou bem o jogo, sabia da sua vantagem conquistada em Porto Alegre, mas, como diz uma das músicas da Barra Brava do tricolor gaúcho, “o Grêmio é copeiro”, e nem o fantasma de 91 assustou o Grêmio “peleador”. Ganhou (principalmente) pela parte psicológica, afinal, após o gol, o Grêmio teve muito mais tranquilidade que o time local, que se viu perdido em campo cometendo erros infantis. O jogo foi para os pênaltis, e o Tigre continuou a sentir a responsabilidade, a pressão e o peso da necessidade de classificação diante do seu torcedor, fazendo com que Marcelo Grohe, bom arqueiro gremista, se tornasse um dos principais personagens da partida. E no final, a torcida carvoeira deu mais uma demonstração de amor ao seu time, aplaudindo e reconhecendo a luta (e também a limitação diante do adversário).

No outro jogo da noite, válido pelo torneio continental, deu a lógica. Não só pela vantagem, mas por toda a produtividade (treinadores adoram essa palavra!) que mostrou o gigante River Plate. Lembrando que de seis pontos disputados contra o time paraguaio, o River conquistou quatro, esperando (e também torcendo para o Tigres, afinal, clubes mexicanos não podem ir ao Mundial de Clubes pela Libertadores) o adversário da final.

E hoje tem mais, torcedor! (e esperamos que tenha muito mais mesmo!). Ontem, foi só um “primeiro tempo”, o árbitro deu-nos um intervalo para que possamos respirar e segurar um pouco as emoções. Mas, no momento em que ele apitar o início do “segundo tempo”, voltaremos todos a sentir aquela tensão futebolística e maravilhosa outra vez!

Envie seu e-mail para o colunista: deyvidxavier@bastidoresdainformacao.com.br

Deixe uma resposta