Aguinaldo Silva diz que briga com briga com Walcyr Carrasco era “marketing”

Foto: Divulgação

Durante live com Márcia Piovesan, o autor Walcyr Carrasco relembrou de uma antiga desavença que teve com o também autor de novelas Aguinaldo Silva. O motivo disso tudo também foi a polêmica e comentada Fina Estampa. Segundo Walcyr, no ano de 2011, uma de suas obras, Morde e Assopra, fora apontada como plágio pelo criador de Griselda e Tereza Cristina.

Procurado pela Coluna Leo Dias, Aguinaldo Silva respondeu que tudo não passou de marketing.

“Fizemos um ótimo marketing para os nossos trabalhos e para a emissora [Rede Globo] por extensão! Nunca ocorreu nenhum desentendimento (risos)”, disse.

“O Walcyr é um dos melhores autores da história da teledramaturgia, pessoa que sempre mereceu o meu respeito. Se no passado ocorreu algum desentendimento, o mesmo foi pontual e insignificante. Somos bons amigos, inclusive!”, afirmou o ex autor global.

Walcyr afirmou que as similaridades entre os trabalhos foram percebidas quando a trama dele foi ao ar.

“O que aconteceu: eu estreei antes. O Aguinaldo sabia que a Globo tinha que ter visto as semelhanças e antes, quando eu soube, eu fui jantar com ele. [Falei] ‘Tá acontecendo isso, temos semelhanças. O que podemos fazer em termos de encaminhamento para ficarmos os mais diferentes possíveis?’. E combinamos várias ações naquele jantar pra tentar levar essas histórias pra caminhos diferentes. Tivemos esse jantar. Mas assim que eu estreei, o Aguinaldo começou a me acusar de plágio, o que não era verdade. E de onde seria o plágio se eu estreei antes?”, disse Carrasco.

Deixe uma resposta