Agora no Fluminense, Cristóvão chega disposto a mudar: ‘O time pode muito mais’

cristovaoborges_fluminense5_pho_95
(Foto: Nelson Perez / Fluminense FC)

Apresentado pelo vice de futebol, Ricardo Tenório, como substituto de Renato Gaúcho, o treinador, ex-Vasco e Bahia e que assinou contrato com o Tricolor até o fim do ano, começou a trabalhar logo após coletiva realizada nas Laranjeiras. Cristóvão assume com a responsabilidade de dar padrão de jogo ao time, mas já sob risco de queda na segunda competição mais importante do país. Pior: chega sem o aval do presidente da patrocinadora do clube, Celso Barros, que não queria a demissão de Renato. Embora em diversos momentos da coletiva tenha se classificado como um iniciante, alguém que ainda está aprendendo com profissionais mais gabaritados, demonstrou confiança na possibilidade de mudar o quadro.

– É um desafio grande pelo tamanho e pela qualidade do Fluminense. Mas o clube e o time têm potencial para corresponder. Todos vocês falam que o time pode muito mais, e eu acho que pode muito mais. Estou aqui, espero que possa fazer isso acontecer. A vontade é grande, estou muito motivado para isso. E sabendo da qualidade dos jogadores, o desafio me deixa muito motivado. É um desafio, temos de tirar essa vantagem, o time tem condições. Agora temos que tirar a vantagem. O time tem qualidade, potencial e força.

O novo treinador tricolor falou diversas vezes em motivação, em superar desafios. E eles não são poucos: um time em busca de recuperação, um clube com os bastidores em ebulição, uma torcida em busca de respostas.

– Estou ansioso, feliz, contente, com uma sensação de iniciante. É um grande desafio, uma grande oportunidade, e farei de tudo para segurar bem. Penso muito na minha carreira. Quando terminei o Brasileiro no Bahia, aquilo me deu enorme contribuição. Foi um trabalho muito bom. Pensei, sonhei dar um passo maior. Por isso esperei, e tive outras propostas. Apareceu o Fluminense, compatível com o que desejava. Vou dar tudo para dar certo.

O primeiro jogo do novo treinador será exatamente diante do Horizonte/CE pela Copa do Brasil, onde o Fluminense precisa vencer por dois gols de diferença e não levar gols para conseguir seguir adiante da competição nacional.

Deixe uma resposta