Aécio Neves passou o rolo compressor em Dilma

Aécio Neves discursa entre os presidentes estaduais do PMDB, Jorge Picciani (à esq.), e do PP, Francisco Dornelles (à dir.) (Foto: Marcos Arcoverde/Estadão Conteúdo)
Aécio Neves discursa entre os presidentes estaduais do PMDB, Jorge Picciani (à esq.), e do PP, Francisco Dornelles (à dir.) (Foto: Marcos Arcoverde/Estadão Conteúdo)

Eu nem imaginava que o ibope do debate do SBT chegasse aos números incríveis que chegou.

Era um horário ruim pra debate, seis da tarde, dia de semana e o povo voltando pra casa no trânsito.

Mas foi um ibope maravilhoso do SBT que raras vezes tem neste horário.

E eu também esperava que Aécio Neves fosse mais tranquilo pra deixar o jogo pesado pra depois no debate da TV Record e da TV Globo.

Mas Aécio decidiu entrar jogando duro ontem mesmo.

E bota jogo duro nisto porque de cara ele mostrou funcionário fantasma em Minas que nada mais era que o irmão da presidente Dilma.

Ali a Dilma acusou o recebimento de golpe e sucumbiu.

Na sequencia houve uma coleção de acusações de mentiras praticadas por Dilma e sua campanha contra Aécio que foram nominadas uma a uma, e Dilma sem saber onde se esconder.

Jamais eu tinha visto um debate deste porte antes, e olha que acompanho debates políticos desde muitos anos.

Mas o que aconteceu foi inédito.

Resta saber se Aécio vai mostrar que o Exército descobriu que existem militares cubanos infiltrados entre os médicos cubanos e que são muitos.

O Comando Militar Sudeste fez tal descoberta e mostrou em relatório ao Ministro da Defesa, que não disse nada, ou seja, já sabiam, pois deve fazer parte de uma armadilha de comunistas contra o Brasil.

Vamos ver se Aécio mostra isto e qual vai ser a reação de Dilma a isto tudo.

Mande seu e-mail para James Akel : jamesakel@bastidoresdainformacao.com.br

Deixe uma resposta