A vergonha no carnaval do Rio

beija flor 2015

Uma escola de samba receber dinheiro pra falar bem de um ditador africano, que tortura e assassina os adversários e que mantém mais de metade da população na miséria, já seria uma imbecilidade.

Uma escola de samba que aceita fazer isto está no lugar errado.

Eis que o diretor da escola vem a público dizer que não recebeu dinheiro do governo do ditador mas sim das empreiteiras que fazem obras na Guiné Equatorial.

Uai, as empreiteiras que fazem obras na Guiné Equatorial devem fazer parte da lista das empreiteiras da Petrobras denunciadas no Petrolão.

Ou temos mega empresas que trabalham apenas na África e nem aparecem no Brasil varonil.

Tudo isto merece uma CPI do Carnaval.

Mas o que eu achei mais misterioso foi esta escola, que comprovadamente não foi e esteve longe de ser a melhor ganhar o Carnaval.

Mas tenho certeza que as nobres empreiteiras nada fizeram pra isto acontecer.

Mande seu e-mail para James Akel : jamesakel@bastidoresdainformacao.com.br

Deixe uma resposta