A revolta contra a CBF

Foto: espn.uol.com.br
Foto: espn.uol.com.br

Ultimamente, estamos acompanhando o imbróglio entre CBF, FERJ, Primeira Liga e clubes com a tal Liga Sul-Minas-Rio. E esta situação ganha mais um capítulo político.

Após as ameaças da FERJ à Flamengo e Fluminense, respaldadas pela CBF, agora são os outros clubes da Liga que respondem a entidade máxima do futebol brasileiro, ameaçando não disputar o Campeonato Brasileiro caso os cariocas sofram punições. Grandes clubes como Cruzeiro, Grêmio, Internacional, Coritiba, entre outros, ameaçam desistência do certame.

Em tempos de tantas manifestações em todo o país, nem o futebol escapa e os clubes estão se rebelando. Ainda falta muita coisa, mas, de tanto incomodar, a Primeira Liga vem ganhando força. A CBF tenta mostrar poder, mas no fundo, se sente acuada e vai tentar impedir que mais equipes possam aderir o movimento. Mas… a batata está assando!

Envie seu e-mail para o colunista: deyvidxavier@bastidoresdainformacao.com.br

Deixe uma resposta