A pouco vista Série D

Foto: botafogosp.com.br
Foto: botafogosp.com.br

Todos, sem dúvida, estão acompanhando a boa Série A do Brasileirão, a Série B, com o Botafogo, a Série C, com Guarani e Portuguesa, mas, alguém sabia que a Série D chegou às Oitavas de Final? Antes disso, muitos devem se perguntar: como chegar à quarta divisão do Campeonato Brasileiro? Pois bem, a Série D teve sua primeira edição em 2009, onde o São Raimundo, do Pará, foi o primeiro a levantar a taça desta competição. Um fato curioso da primeira edição foi a participação da Chapecoense, terceira colocada naquele ano, e que hoje disputa a Série A.

Para garantir classificação à última divisão do futebol nacional, a CBF tem como critérios os rankings de clubes e federações de cada ano. Os clubes vão pontuando a cada campeonato e a cada fase passada, somando pontos também para as federações de seus respectivos estados. Baseado nisso, a CBF determina com quantas vagas cada federação tem direito para somarem os 40 clubes que formarão oito grupos de cinco clubes regionalizados na primeira fase. Após isso, o critério usado para selecionar os times são os Campeonatos Estaduais, onde os primeiros colocados, com base nos critérios de vagas disponíveis e que não estejam em nenhuma outra Série (A,B ou C), garantem vaga para a competição.

Para este ano, o estado de São Paulo teve duas vagas por direito, com Botafogo de Ribeirão Preto e o Red Bull Brasil, mais uma vaga extra por conta do rebaixamento do São Caetano da Série C do ano passado para a Série D este ano. (Times que são rebaixados t~em classificação assegurada apenas para o ano seguinte, posteriormente, também entram nos critérios de classificação pelo Campeonato Estadual).

E a Série D de 2015 chegou em sua fase mata-mata, com os seguintes jogos: 

São Caetano x Coruripe (AL)

CRAC (GO) x Botafogo (SP)

Remo (PA) x Palmas (TO)

Rio Branco (ES) x Caldense (MG)

Central (PE) x Lajeadense (RS)

Ypiranga (RS) x Rio Branco (AC)

River Plate (PI) x Estanciano (SE)

Campinense (PB) x Operário (PR)

E assim, o futebol também vai dando uma oportunidade aos pequenos guerreiros de se agigantarem, às equipes que já foram gigantes, voltarem. Em torneios maiores ou menores, o amor pelo futebol vai sendo levado por todo o país!

Envie seu e-mail para o colunista: deyvidxavier@bastidoresdainformacao.com.br

Deixe uma resposta