‘A Máquina’ recebe o humorista Oscar Filho

Foto: Divulgação/Yuri Andreoli
Foto: Divulgação/Yuri Andreoli

O humorista que, com apenas 35 anos, acaba de lançar sua autobiografia “Oscar Filho – Autobiografia não Autorizada” revela que nunca pensou em escrever uma biografia tradicional, mas contar sua vida a partir de situações engraçadas: “Se eu fosse me levar a sério esse livro teria dez páginas. Se eu fosse falar meus feitos, teria cinco páginas”.

Questionado pela máquina, Oscar fala sobre a sua saída da bancada do CQC. “Eu achei que estava indo muito bem, mas me tiraram de lá. Se me tiraram é por que alguma coisa estava errada”, e completa: “o segredo foi: esta cadeira nunca foi minha”.

O humorista, que atualmente trabalha como repórter, sonha em apresentar um Talk Show, e critica a superficialidade do humor nos programas de entrevistas atuais: “Humor é muito legal como entretenimento, mas se você consegue usar ele a favor de uma coisa mais profunda é bacana”.

Assista ao programa na íntegra hoje  às 23h30.

Deixe uma resposta