A grande homenagem ao maior nome do rádio brasileiro

Foto: Divulgação / JP
Foto: Divulgação / JP

Seu Tuta fez 84 anos.
Conheci Tuta nos anos 60 quando eu trabalhei na TV Record.
No final de 62 tive o privilégio de jogar bola com meus companheiros da Turma dos Sete enfrentando o seu Tuta, seu Alfredinho irmão de Tuta e Nilton Travesso.

O jogo demorou 5 minutos porque os adultos nem tinham grande forma física e este jogo aconteceu no campo de futebol que existia na casa de campo do velho Paulo Machado de Carvalho que ficava atrás da TV Record.
Depois de um tempo Tuta criou a Equipe A de produção que foi a mais incrível equipe de produção da história da tv com apenas 4 pessoas.

Era o Tuta, o Nilton Travesso, o Manoel Carlos e o Raul Duarte.
Eles que transformaram a Hebe na maior figura feminina da história da TV brasileira.
Tuta ficava no comando da direção de tv, Nilton Travesso ficava nos bastidores do palco e Manoel Carlos tendo Raul Duarte ao lado ficava na cabine junto com Tuta falando pelo ponto eletrônico com Hebe as coisas que ela teria que fazer.

Depois criaram os grandes musicais da TV Record que jamais foram igualados pela TV Globo por mais que tentassem.
Depois de um tempo, por acordos familiares, coube a Tuta ficar com uma rádio que não servia pra nada e que era a Rádio Panamericana.

Eu lembro que nos corredores as pessoas ironizavam o Tuta ter recebido a Rádio Panamericana que era igual a nada e todos achavam que Tuta iria fracassar.
Pois Tuta pegou a Rádio Panamericana sem nada e de imediato mudou o nome pra Rádio Jovem Pan.
Aproveitou o auge dos musicais da TV Record e levava os artistas da TV Record pra falarem na Rádio Jovem Pan.
Ele até distribuía nas plateias dos musicais da TV Record um radinho de pilha pra cada pessoa que só pegava a Jovem Pan.
E Tuta transformou do nada uma rádio que os irmãos não queriam nem de graça na grande Rádio Jovem Pan que chegou a ser considerada a maior rádio de jornalismo do Brasil.
Seu Tuta completou 84 anos sem poder ir até sua rádio, sua criação tão amada, porque ele não pode mais sair de casa.

E de manhã o grande e notável jornalista Joseval Peixoto fez um texto em homenagem ao seu Tuta que foi a melhor homenagem que alguém poderia receber de um amigo.
Joseval, homem de um talento raro, não conseguiu terminar a homenagem ao seu Tuta porque as lágrimas não deixaram.

Joseval Peixoto, que foi a primeira pessoa que Tuta levou pra por no ar o jornalismo, chorou desbragadamente nos estúdios da Rádio Jovem Pan ao homenagear Tuta.
Todos sabem que não vão ter mais a presença de Tuta dentro daquele prédio da Rádio Jovem Pan.
Mas a aura de Tuta sempre estará presente, mesmo agora que ele não pode mais ir até lá e mesmo depois que ele não estiver fisicamente conosco.

Antonio Augusto Amaral de Carvalho Tuta, um dos maiores homens que a tv já teve a com certeza o maior nome da criação do rádio do Brasil, faz 84 anos de amor, alegria, trabalho, dignidade, humildade sem igual e amado por todos que um dia tiveram o privilégio de conhecer ou trabalhar com ele.

Mande seu e-mail para James Akel : jamesakel@bastidoresdainformacao.com.br

Deixe uma resposta