A estranha venda do jornal de oposição venezuelano

Nicolás abre portas para diálogo com oposição / Foto: Divulgação
Nicolás abre portas para diálogo com oposição / Foto: Divulgação

Um jornal da Venezuela, que era oposição ao governo de Maduro, foi vendido a uma empresa de engenharia da Espanha, por um preço acima do comum.

A oferta foi indecente mas com uma condição.

O vendedor não poderia atuar no ramo por 10 anos e se o fizer tem que pagar uma multa impagável.

Por razões financeiras o vendedor aceitou vender e deve sair da Venezuela.

O que corre na mídia local é que a empresa de engenharia que comprou o jornal é associada nos bastidores a Nicolás Maduro.

Seria como se Dilma arrumasse um amigo na Espanha que comprasse a Editora Abril por alguns bilhões de dólares.

Nada impossível imaginar.

Mande seu e-mail para James Akel : jamesakel@bastidoresdainformacao.com.br

Deixe uma resposta