A antiga greve do judiciário

Foto: Reprodução
Foto: Reprodução

O Tribunal Regional do Trabalho de São Paulo julgou ilegal a greve dos metroviários, com a aplicação de multa rigorosíssima ao sindicato.

Por outro lado, os servidores do próprio TRTSP estão em greve desde o dia 15 de maio e até agora providência nenhuma foi tomada.

Essas greves vêm se prorrogando por mais de dez anos.
Todos os anos há greves de quatro a seis meses e providência nenhuma é tomada.

Os processos vão se acumulando e os juízes- que não participam da greve – ficam sobrecarregados.
Muitos deles têm que fazer até a função do escrevente.

Os advogados assim como os trabalhadores que necessitam da prestação jurisdicional, estão cada vez mais prejudicados e tanto o governo, como o TRTSP e a OAB se mantém omissos.

Mande seu e-mail para James Akel : jamesakel@bastidoresdainformacao.com.br

Deixe uma resposta